O Que Revisar na Moto? 7 Itens Para Não Esquecer! -

05.11.2020

O Que Revisar na Moto? 7 Itens Para Não Esquecer!

Para ter mais segurança nas viagens de moto, é fundamental levar o veículo para as manutenções preventivas. Mas você sabe o que revisar na moto quando visita um mecânico? Para te ajudar nesta tarefa, selecionamos 7 itens que você não pode esquecer em uma revisão!

1. Óleo e filtro de óleo

Para que os componentes mecânicos da motocicleta funcionem da forma correta, com máximo aproveitamento e eficiência, o óleo é essencial. Afinal, o fluído é responsável por diminuir o atrito entre as peças, promovendo ainda a limpeza interna.

A troca do óleo deve ser feita a cada 3 mil quilômetros ou quando atingir a data da próxima revisão (o que chegar primeiro). Ao realizar essa mudança, lembre-se de solicitar a troca do filtro de óleo, uma vez que o filtro e o óleo são itens complementares.

2. O filtro do ar também é importante

Se você trocou o óleo e o filtro de óleo, pode aproveitar a oportunidade para revisar na moto o filtro do ar. Trata-se de uma peça que protege o motor da poluição do ar e das impurezas que o veículo tem contato em uma viagem. O filtro do ar permite que elementos externos não afetem a funcionalidade da máquina.

Ao revisar sua moto, confira se o seu filtro do ar é descartável ou lavável. Se for lavável, com água e detergente neutro o filtro estará renovado, enquanto o descartável precisa ser substituído por um novo. Para saber o tipo de filtro utilizado na sua motocicleta, confira o manual.

3. Como estão os cabos?

Tanto no carro quanto na motocicleta, os cabos têm funções de extrema importância para a condução, já que são eles que ativam freios, embreagem e acelerador. Entretanto, os cabos precisam estar sempre bem lubrificados, uma vez que o ressecamento pode provocar rupturas e, consequentemente, causar acidentes.

Assim, se você quer fazer uma lista com o que revisar na moto, não se esqueça dos cabos, incluindo os cabos das velas, que costumam oxidar devido à exposição ao clima e à poluição.

4. Confira os freios

Existem alguns componentes de uma moto que precisam estar sempre bem calibrados para evitar acidentes – o freio é um deles. Ao levar sua motocicleta para visitar o mecânico, peça que ele analise o estado do disco ou do tambor de freio, para fazer uma troca se necessário.

Lembre-se ainda de verificar o estado do fluído de freio, que impacta na eficiência do sistema de freios quando acionado.

5. A estabilidade do baú plástico da sua moto

O baú plástico é um grande aliado para quem trabalha com moto entrega (se você quiser saber mais sobre trabalhar como motoboy, confira este artigo), mas a má estabilização do bauleto prejudica a condução.

Na revisão da moto, veja se o suporte do baú plástico e seus parafusos estão bem presos, sem ferrugens ou riscos de quebra. Aproveite para conferir se sua caixa está em boas condições de uso e, se precisar, fale conosco para descobrir a opção ideal para sua necessidade!

6. De olho nos pneus

Na lista do que revisar na moto está a calibragem dos pneus, item que, com a pressa do dia a dia, por vezes acaba sendo deixado de lado. Na motocicleta, calibrar os pneus precisa ser uma rotina quinzenal, especialmente se você usa o veículo frequentemente.

No manual do proprietário você encontra a pressão correta dos pneus para o seu veículo. Cada modelo de moto possui suas características, inclusive na calibragem dos pneus, que costuma levar em conta tipo de viagem e a estrada que o condutor vai pegar.

7. Já ouviu falar do óleo de bengala?

Esse fluido não é tão conhecido, mas é ele que faz com que a moto se mantenha estável, fazendo com que a condução seja mais agradável. Na revisão, confira o estado do óleo de bengala para saber se é necessário trocar.

Para não ter erro, a recomendação de troca aparece no manual da moto, incluindo orientação sobre a quantidade do óleo. É só abrir o seu manual para saber mais sobre isso.

Revise sua moto com frequência para rodar com segurança

São vários os itens para não esquecer em uma manutenção do veículo, mas tão importante quanto lembrar desses componentes é fazer a revisão da moto na frequência identificada pelo fabricante.

Assim, ao seguir uma regularidade para revisar a moto, você garante que terá mais segurança para fazer suas viagens.