Baú de Moto é Reciclável? Descubra! -

06.06.2022

Baú de Moto é Reciclável? Descubra!

Na hora de escolher um baú de moto adequado, é preciso prestar atenção a alguns detalhes, como a qualidade do material utilizado em sua fabricação. E é justamente nesse aspecto, na matéria-prima, que muita gente se pergunta: o baú de moto é reciclável?

Para entender mais sobre o tema, é preciso analisar todos os detalhes de um baú para a moto e aqui, vamos falar dos baús da iCbras, que fabrica baús com resina de polietileno de alta densidade ou PEAD, um polímero que proporciona um produto altamente resistente.

Muitas pessoas podem não saber disso, mas o baú para moto da iCbras tem como matéria-prima principal frascos de shampoo, detergente, materiais de limpeza e de bombona de óleo, que seriam descartados como lixo e causariam danos ao meio ambiente.

Com a utilização de novas tecnologias na fabricação de baús para motos, é possível produzir um baú 99% reciclado à base de polietileno de alta densidade. Isso é benéfico tanto para as empresas que produzem as peças, quanto para a sociedade como um todo. Afinal, é crescente necessidade de processos cada vez mais sustentáveis.

E como esse processo é bem interessante, te convidamos a descobrir como é feito a reciclagem que forma um baú de moto!

Quais são os processos de reciclagem?

Para produzir um baú reciclado, deve-se passar pelas etapas de: seleção dos materiais reciclados, moagem, limpeza, aditivação, extrusão, seguindo para a etapa de injeção e montagem do baú ou caixa para motoboy.

Não é um processo simples, principalmente levando em consideração que se trata de um processo cuja matéria-prima, em primeiro plano, não havia sido feita para o objetivo atual, o de criar um baú reciclado.

Na etapa de seleção, as embalagens plásticas são separadas de acordo com a semelhança encontrada em seus materiais. Assim, materiais iguais são selecionados e separados para a etapa de moagem.

A moagem das embalagens é de extrema importância, já que é nesse processo em que o plástico é picado e reduzido em cortes pequenos, passando pela extrusão até ser granulado. Granulando o material, possibilita que ele seja moldado, o que permite a criação de novas formas. A partir desse processo, pode-se usar os grânulos como matéria-prima de diversos produtos.

Já no processo de aditivação, compostos químicos são incorporados aos materiais plásticos para reduzir os custos, modificar propriedades e facilitar o processo como um todo, pensando, também, na maleabilidade do item.

Quanto ao processo de extrusão, ele é muito importante para o baú reciclado. Isso porque, a partir de uma combinação entre calor, umidade e trabalho mecânico, altera-se a matéria-prima a ser utilizada, o que possibilita estruturas diferentes (principalmente no quesito funcionalidade).

No processo de montagem, chegamos na etapa final! Basicamente, são organizados os resultados de todos os processos até aqui. Logo, depois de todos os procedimentos feitos, temos como produto um baú de moto que é reciclado e reciclável.

O PEAD é um material com enorme facilidade de ser reciclado, então o baú reciclado é, de fato, uma alternativa muito viável para quem quer um objeto capaz de guardar coisas e de contribuir, também, com o meio ambiente. É eficiência aliada à sustentabilidade!

Processo de sopro e injeção.

A iCbras utiliza dois processos para produção dos baús, o processo de injeção e o processo de sopro.

Ambos os processos utilizam a temperatura para aquecimentos da matéria prima e extrusão, finalizando com a injeção ou sopro conforme previamente planejado.

A injeção ou o processo de sopro permite a produção de materiais plásticos de várias formas construtivas, podendo ser ocos, como baús, garrafas PETs, embalagens para shampoo, detergentes e tanques de armazenamento, ou injetados sendo tampas, pinos, fechos e porta documento.

Esse processo possibilita utilizar 99% do material reciclado, e garante que não haja a perda de substâncias.

Vantagens do baú reciclado

Cada baú leva de 150 a 170 embalagens de shampoo para ser produzido. Nessa perspectiva, é possível refletir sobre o quão benéfico é, para a sociedade e para o meio ambiente, esse tipo de construção.

Ao invés de esperar milhares de anos para essas embalagens serem decompostas, desenvolvemos um meio alternativo para que elas sejam utilizadas.

Em 2 anos, a iCBras já retirou mais de 70 toneladas de embalagens plásticas do meio ambiente até o primeiro trimestre de 2022. Com o uso de PEAD como matéria prima dos baús, espera-se que esse número cresça cada vez mais ao longo dos anos.

Portanto, o movimento de priorizar baús reciclados é, também, transformar o mundo em um lugar mais sustentável, reciclando o antigo, criando algo novo, aliando tecnologia ao respeito à natureza.