Como Transportar o Pet na Moto -

07.05.2020

Como Transportar o Pet na Moto

É inegável que a motocicleta é um dos métodos mais práticos de se locomover, especialmente nas grandes cidades, onde o trânsito é sempre intenso. Mas quem anda de moto e precisa levar consigo um pet pode ter dúvidas sobre como fazer o trajeto em segurança. É possível transportar um pet na moto? Existe algum cuidado específico que deve ser tomado? O que diz a legislação de trânsito? Saiba tudo neste artigo!

O Código de Trânsito Brasileiro e os animais

Antes de falar sobre como transportar o pet na moto, é importante entender o que está disposto no Código de Trânsito Brasileiro, que rege todas as formas de transporte em território nacional. O CTB não proíbe a viagem com um animal de estimação e nem a considera uma infração. Entretanto, o pet não pode ser motivo de distração para o motorista, que deve estar 100% atento ao trajeto e a via. 

Na prática, significa que o que deve ser analisado pelo condutor da motocicleta é se há chances de o animal provocar uma distração ou oferecer risco para algum dos envolvidos no trânsito, seja o condutor, os pedestres, os motoristas de outros veículos ou o próprio animal. 

Dessa forma, não importa se você está levando o seu animal de estimação consigo na moto ou está realizando uma atividade remunerada de levar um cachorro para o pet shop, o fundamental é a segurança. Afinal, sem alguns cuidados básicos, o que seria um passeio divertido pode facilmente se converter em dor de cabeça.

Como transportar o pet na moto?

Embora a legislação de trânsito não proíba o transporte de animais na motocicleta, também não dá maiores detalhes sobre a forma correta de realizar essa tarefa. Por isso, existem algumas opções disponíveis no mercado para que o motociclista faça sua escolha, de acordo com suas necessidades, gostos pessoais e, claro, o conforto do bichinho.

Para transportar o pet na moto com segurança, existem 3 possibilidades:

Baú para pet plástico

O baú para moto para transporte de animais tem um design bem específico, com um estrutura que permite a passagem de ar por meio de furos nas laterais. Nesse tipo de caixa plástica para moto, o animal não pode ser colocado “solto”: ele deve estar dentro da caixa de transporte tradicional para pets, aquelas que utilizamos em centros veterinários e pet shops, respeitando o tamanho e o peso de cada pet.

Esse tipo de baú para pet para moto é bastante utilizado por pet shops, que precisam recolher os animais de suas casas e levar para as unidades de cuidados específicos. A caixa plástica é instalada na parte traseira da moto, como qualquer outro bauleto. No site da iCBras, na linha de baús especiais, é possível encontrar um baú para pet que cumpre todos esses critérios.

A caixa plástica para moto para transporte de animais é ideal para quem tem um pet de porte maior ou para quem quer aproveitar mais suas viagens, levando mais de um animal por vez, cada um em sua respectiva caixa de viagem. 

Mochila homologada

Se o baú para moto para pet é ideal para animais maiores ou para levar mais de um animal de estimação ao mesmo tempo, a mochila homologada cumpre a função contrária. Esse tipo de mochila foi desenvolvida para transportar somente um animal de estimação por vez, sendo ele de pequeno porte, com até 12 quilos.

Assim, quem opta pela mochila pode carregá-la nas costas durante as viagens ou entre as pernas, dependendo do modelo da motocicleta. Essas bolsas são vendidas, geralmente, em lojas especializadas em animais de estimação. Um aspecto importante de notar na hora de fazer sua compra é se a mochila conta com ventilação adequada, já que o pet precisa ter acesso ao ar corrente durante a viagem. Note também se há segurança suficiente contra fugas.

Sidecar

O Sidecar para os animais de estimação tem o mesmo nome do equipamento para transporte de galões de água e botijões de gás, mas não é a mesma coisa. Para os pets, trata-se de um compartimento específico, acoplado ao lado da motocicleta, muito retratado em filmes.

O Sidecar para pets é recomendado para o transporte de animais maiores em tamanho e peso. Porém, o sidecar só deve ser utilizado com animais adestrados, para que não haja riscos de fugas e acidentes de trânsito. Além disso, é necessário o uso de equipamentos de proteção como capacete e óculos, para que o vento não machuque os olhos do cachorro. 

 

Com essas opções à disposição, o condutor precisa ter em mente alguns itens para fazer uma boa escolha de caixa de transporte, como o tamanho do animal que pretende transportar, se precisa carregar mais de um pet por vez, se o bichinho é adestrado e quanto pretende gastar.

Levando em consideração esses elementos, vai ser fácil tomar uma decisão para transportar seu pet na moto da melhor forma possível. Com conforto para o animal e segurança para todos os envolvidos no trânsito, a viagem vai ser uma jornada divertida.